sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Militantes do MDM presos em Nampula por transportarem bandeira partidária

Polícia diz que datas festivas não podem ser partidarizadas.

Dois militantes do Movimento Democrático de Moçambique (MDM) na cidade de Nampula poderão responder a um processo em tribunal após terem sido presos na terça-feira, 4, por portarem uma bandeira do seu partido na Praça dos Heróis Moçambicanos durante as celebrações do Dia da Paz.
Apesar de não haver qualquer instrumento legal que proíba os partidos políticos de portarem as suas bandeiras durante datas festivas, a polícia considera que essas datas são nacionais e não partidárias, justificando a prisão daqueles dois militantes do MDM.
A polícia acusa os membros do MDM de, além de terem portado a bandeira do seu partido, desobedeceram a ordem e, por isso, terão de responder na justiça.
O delegado político do MDM em Nampula responde e associa este caso às perseguições dos membros do partido que acontecem há muito por parte da polícia.
Luciano Tarieque pediu a libertação dos militantes e que os membros da polícia deixem de perseguir os partidos da oposição no país.
O porta-voz da policia, Zacarias Nacute, disse que a prisão dos militantes não é uma retaliação ao partido, mas que a corporação apenas está preocupada a garantir a ordem e a tranquilidade públicas.
Refira-se que esta não é primeira vez que a policia actua quando membros de partidos da oposição se apresentam em público com as suas bandeiras. Voz da América

Sem comentários:

Enviar um comentário